Escolha uma Página
O assassinato sistemático de signatários da paz

O assassinato sistemático de signatários da paz

Rubín Morro Nós outros, os que firmamos o Acordo de Paz, o fizemos porque desde nosso nascimento como organização, a 27 de maio de 1964, iniciamos esta luta por uma saída política à guerra detonada desde o assassinato do caudilho liberal Jorge Eliécer Gaitán, em 9 de...

A quatro anos do Acordo Final de Paz, firmes e dignos

Rubín Morro, 24 de novembro de 2020Há quatro anos, a paz chegou como uma grande ilusão para os colombianos e as colombianas. Virávamos a página da guerra contra o Estado, uma guerra que nos impuseram aos campesinos de Marquetalia, uma confrontação armada que nos...
Em Bogotá nos juntamos, parte II

Em Bogotá nos juntamos, parte II

Rubín Morro, 29 de outubro de 2020 O assassinato de Albeiro e Yeferson, no dia 16 deste mês, foi a centelha que incendiou a Peregrinação pela Vida e pela Paz. Nos sacudiu a alma da farianidade depois da fatídica cifra do termômetro da morte de 234 signatários da paz,...

As últimas preocupações de Alfonso Cano

Crônicas de tempos duros I Apresentação Se no imaginário das FARC existe um território legendário, é a área geral de Marquetalia, no sul do Tolima. Ali fundaram Jacobo Prías Alape, Manuel Marulanda Vélez e três dezenas mais de ex-guerrilheiros comunistas a colônia...
Voltam os protestos à rua

Voltam os protestos à rua

Rubín Morro, 1° de outubro de 2020. A Colômbia e as gentes do comum mudaram com o processo de paz subscrito entre o Estado colombiano e as extintas FARC-EP. Perdemos o medo à luta nas ruas, perdemos o medo à repressão oficial, inclusive aos assassinatos. Marchamos...
Bolívia: O MAS e um triunfo arrasador

Bolívia: O MAS e um triunfo arrasador

Pablo Jofré Leal – Segundo Paso Apesar da intervenção desavergonhada da OEA, do Departamento de Estado norte-americano, de uma ultra direita submetida às ordens de forças externas. Apesar disso, o MAS e seu binômio composto por Luis Arce Cataroa como presidente e...