Escolha uma Página

Na quarta-feira, 19 de agosto, compareceremos perante a Jurisdição Especial para a Paz (JEP) cumprindo o compromisso assumido como signatários do Acordo de Paz, em respeito à verdade das vítimas, de cara ao país, comprometidos com a reconciliação e com a convicção de que esses eventos dolorosos que afetaram a sociedade colombiana não devem ser repetidos.
18 de agosto de 2020.- Após a convocação da Jurisdição Especial para a Paz e resolvidos se dá início os procedimentos legais anteriores, nesta quarta-feira, 19 de agosto, as apresentações individuais dos signatários da paz são lançadas com a participação de Pablo Catatumbo, que fez parte da antiga Secretaria das FARC-EP, no âmbito do caso macro 007, continuando o compromisso de contribuir para a verdade sobre as políticas do ingresso na organização guerrilheira.
Em conformidade com o espírito e a letra do Acordo de Paz, estamos preparados para compartilhar a verdade em seu contexto histórico, tendo em vista que esses fatos afetaram vários setores da população colombiana, especialmente o setor rural.
Nosso compromisso é reconhecer os efeitos, pedir perdão e explicar as razões que podem levar a situações contrárias à política interna dos guerrilheiros, mas isso poderia ter acontecido no meio do conflito.
Após oito meses de trabalho árduo na coleta de informações em território, foi desenvolvido um processo para estudar os relatórios apresentados pelas vítimas e pelo Ministério Público à Jurisdição e várias jornadas de trabalho com a defesa para contrastar e investigar. Esse processo de construção coletiva faz parte da dinâmica de uma organização coesa comprometida com o Acordo de Paz, que conta com o Sistema Integral de Verdade, Justiça, Reparação e Não Repetição (SVJRNR), que privilegia o direito das vítimas de acessar a verdade e atesta a vontade individual e coletiva de trazer a verdade da organização insurgente e reconhecer responsabilidades.

Além das matrizes de opinião que buscam minar o cumprimento do compromisso assumido pelos membros das antigas FARC – PE, a realidade demonstrará à sociedade em geral que temos cumprido e continuaremos a fazê-lo, a partir da firme intenção de contribuir para a construção da paz que o país tanto precisa

CONSELHO POLÍTICO NACIONAL
FORÇA ALTERNATIVA REVOLUCIONÁRIA DAS FARC
Bogotá, DC, 18 de agosto de 2020